Bilhete da Sorte

        Em um mundo cheio de caminhos, temos a liberdade de escolher e seguir em frente com tais consequências que ora ou outra nos fazem duvidar de nossa própria intuição. Nas trilhas infinitas dos erros e acertos, o amor é então a saída de emergência que protege o nosso fio desencapado. Somos peças imaginárias de tabuleiros de xadrez da vida. Vez ou outra me dou o luxo de rainha, na maioria das vezes sou peão, ora cavalo e ora torre. Chego a ser bispo, andar em L, na diagonal, dou um passo pra trás, mas a vida é o verdadeiro checkmate. Entre o sol e a lua somos apenas meros mortais em busca de satisfação e prazer, lutamos dia e noite por um espaço sustentavel em nossas próprias limitações. Somos reis de barriga cheia na ceia, que se ocupam de horas de felicidade efêmera e passageira, somos prisioneiros de nossos pensamentos e escolhas desequilibradas. A consequencia de nossos atos são a nossa sentença. Viva a vida que imaginar, mantenha a cabeça erguida, o coração livre, a mente consciente e se reserve no direito de errar vez ou outra. Floresça quando quiser e quantas vezes desejar, seja mais, seja luz. O coração, as histórias, as experiências são fontes de energias renovavéis. Ame o próximo, bata a cabeça, perceba a falha e corrija, deixe o orgulho de lado, a dor, a mágoa e o que não depende mais de você. Renasça das cinzas, seja fênix. Chore, grite, se desfaça em lágrimas, mas depois sorria. A vida é breve, portanto, agradeça! Somos feitos de carne, osso e alma. Somos passageiros de um vagão sem hora exata de estacionar, então aproveite a viagem, curta a paisagem e deixe o vento bagunçar o cabelo. Hoje pode ser o último dia de sua vida e quando a sua vez de estacionar chegar, nenhuma bagagem será mais importante do que a sua.



Namastê!

Nenhum comentário: