Definição: Seres de liberdade.

A busca incansável pela liberdade se faz presente cada vez mais intensa; nós, seres de liberdade, possuímos essa busca embutida na essência e que é cada vez mais intangível dentro das rotinas avassaladoras e preenchidas de stress. Pessoas de espírito livre não nasceram para ser presas, são ciganos do mundo, donos de si, sem raízes, diferentes, espontaneamente nomeados de desapegados e em busca dos limites que o prazer da liberdade proporciona. São jovens, adultos ou idosos que largam tudo em busca do desconhecido, do novo, do combustível chamado "mudar". O mesmo não completa, é preciso mais, é preciso um mundo de portas e descobertas. São almas carentes de novos ares, que se preenchem de amor e felicidade enquanto vivem a liberdade das mais malucas histórias de vida. Viver é não se limitar, esse é o lema. Liberdade aos que gostam de ser pássaros sem gaiola, que voam sem destino, pousam e vira e mexe voltam ao seu cantinho. 


 São seres que desejam vários mundos, histórias, cenários, pessoas e culturas abaixo dos pés, gostam de fotografar com os olhos os momentos que não se registram de forma tangível, são personalidades nômades, insatisfeitas com o comodismo, com a mesmisse, com a falta de desafios e loucuras em meio a selva de pedra. Viver é muito mais que trocar de endereço, emprego, parceiro ou bar, para os seres de liberdade, viver é não ter endereço, é ser do mundo, é ser questionado pelos amigos de longa data por "e agora, onde você está?", é ter amigos ao redor do mundo, histórias em outros idiomas, são vidas que se cruzam em uma noite e nunca mais. Seres de liberdade querem mais, querem o mundo e suas portas. 


Liberdade de carregar uma casa nas costas, dentro de uma mochila, com passaporte carimbado e algumas moedas e notas qualquer no bolso. São desapegados, desprendidos, destemidos. Seres de liberdade vieram ao mundo para viver a vida como ela é, o que ela proporciona e sem medo do que vem depois de amanhã. São corajosos de natureza, donos de uma razão ímpar, única, sem medo de deixar rastros.


Liberdade ímpar, donos de corações de fogo, genuinamente ricos de amor, fé e desejos insaciáveis. São campeões natos, que lutam contra a loucura de um mundo cada vez mais doentil e consumista. Seres de liberdade são donos de asas capazes de levá-los a qualquer lugar do mundo, são altruístas, sonhadores e personagens principais dessa peça de teatro que não permite ensaios, o que alguns chamam de vida, os seres de liberdade chamam de viver.


Até breve,

Nenhum comentário: