Autora



Luciana Carvallho tem 30 anos, leonina do dia 29 de julho, formada em Marketing pela ESAMC, MBA em Gestão de Negócios pela USP, extensão universitária em Planejamento Estratégico e Inteligência Emocional. Tem formação profissional em Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching e não abre mão da liberadade de ser do mundo. 


- Luciana, sabemos que você é uma mulher cheia de coragem e apaixonada por desafios, o que te motiva a inspirar outras pessoas?
Desde criança sinto uma paixão pelo universo dos sentimentos e de como ele influência as decisões e ações de maneiras diferentes em cada ser, saber que cada pessoa é composta de sua própria essência é o fundamento básico, me inspira fazê-las chegar ao autoconhecimento profundo com um pouco de reflexão e introspecção através dos meus textos e viagens, saber que toco a vida de pessoas através das minhas mensagens é o que me motiva diariamente.

- Quem é a Luciana na sua mais infinita particularidade?

(uma risada tímida) Bom, eu sou muito transparente; se estou feliz ou triste, chateada ou com raiva fica estampado no meu rosto, não sei omitir sentimentos. Sou intensa, de poucas pessoas e adoro conservar a minha individualidade com um bom som ambiente e pensamentos leves, essa intensidade se potencializa quando estou viajando, rs. Minha praia ou cachoeira é sempre a mais vazia e com uma paisagem de tirar o fôlego, nada de multidão ou bagunça. Gosto do minimalismo e simplicidade. 

- Um lugar do mundo?

A casa da minha mãe.

- Qual é o seu sonho de vida?
Viver de arte, ter uma cachoeira ou praia como quintal de casa e morar em uma kombi-home.

- Qual frase te define?

Pode ser autoral? Se sim, "Bicho grilo, alma livre e vida cigana".

- Como você escolhe os destinos que viaja?

Busco escolher destinos que combinam com a minha essência, não gosto de muita gente e bagunça, meu negócio é céu estrelado, barulho do vento e o som que tem o canto dos pássaros pela manhã. Preservo a minha escolha de lugares onde me conecto comigo e me desconecto desse mundo físico.

- Manhã ou Noite?

Noite! Sou totalmente noturna. 

- Qual o segredo da felicidade?

Autoconhecimento.

- Sabemos que você tem 9 tatuagens, o que elas representam pra você?

Cada tatuagem tem um significado muito especial para mim, em suma todas representam a minha essência mais profunda e fases da minha vida. Mas tenho uma preferida, rs!

- Como você preserva a sua essência?

Sou introspectiva a maior parte do tempo, costumo observar mais do que falar e sempre gostei de seguir o meu coração. Com o tempo aprendi que sou uma alma que habita um corpo, e não ao contrário, assim assumi a responsabilidade de cuidar mais do que eu penso e sinto do que do que eu falo e faço.

- Existe alguma música que te define?

Sim. Unwritten - Natasha Bedingfield... "realeaaaaaase your inhibitions".. rs

- O que precisa fazer para ganhar o seu coração?

Falar com os olhos, sorrir com a alma e vibrar boas energias. Apesar de tudo ser intangível, sou sensitiva pra captar quem sim e quem nunca.

- Filme ou música?

Música, sem dúvidas.

- Quem foi a sua maior paixão?

Vale dizer quem são as minhas maiores paixões, rs? ... com certeza os meus irmãos.

- Você fala muito em liberdade de espírito, como as pessoas podem alcançar isso na vida delas?
O autoconhecimento te leva a dimensões inimagináveis. Buscar o autoconhecimento constantemente te faz enxergar além do mundo físico. Gosto muito de me conectar com a natureza, pisar descalço na terra até ouvir a minha voz interior e ouvir músicas alegres que mudam meu estado de espírito. Experimente dançar de olhos fechados, perceber seu corpo e movimentos, esqueça se há pessoas ao redor, apenas dance e sinta as energias.

- Como você define o amor?

Amor é sintonia que vibra em outra frequência, não se explica ou define.

- Você sente falta de algo ou alguém?

Sinto falta das festas de final de ano com a família inteira reunida.

- Qual é o seu maior medo?

Não me sentir útil.

- Quais são as 3 coisas mais importantes na sua vida?

Minha liberdade, minha essência e meus sonhos.

- Um lugar que sonha muito em conhecer?

Nossa, são tantos, rs.. mas acho que Grécia e Egito.

- O que não pode faltar em uma viagem?

Comprar um ímã de geladeira.

- Você tem alguma superstição?

Acho que não..

- Você falou que gosta de festivais, tem algum especial?

Relutei anos para conhecer um festival, achava que era coisa de gente maluca que fritava a noite toda, até me permitir viver a experiência. Acho que o mais especial foi o primeiro (Shiva Shankar), descobri que diferente de festas, baladas e raves, o festival segue a minha essência; pessoas que prezam pela liberdade, dançam em busca da conexão intrapessoal e ninguém está ali para pegar ninguem. A energia do festival só é deliciosa se você permitir se conectar com você na mais profunda sintonia, o resultado para a alma é indescritível.

- Qual é o seu remédio antimonotonia?

Dividir meu dia com a pessoa que eu amo.

- Qual a sua religião?

Não tenho religião, acredito em um Deus único. Tudo é energia.

- Um show que você gostaria de ter ido?

Janis Joplin.

- A vida é.. ?

Um livro de páginas em branco pronto para ser preenchido com boas lembranças.

- Qual é o seu maior defeito?

Indiferença.

- Se você ganhasse 1 milhão de reais na loteria, o que faria com esse dinheiro?

Compraria uma kombi-home, aplicaria metade do que sobrasse e doaria a outra metade.

- De onde você tira inspiração para os seus textos?
Escrevo desde os 13 anos como se cada texto fosse o último, gosto de usar os sentimentos e as história de outras pessoas como inspiração. Liberdade de expressão foi a conquista mais fabulosa da humanidade. Através das palavras eu me conecto com o que eu quiser, é um passe livre para qualquer lugar que eu queira desbravar.

- Se pudesse deixar uma mensagem para inspirar outras pessoas, que mensagem deixaria?

Nenhum sonho é pequeno dentro de nós, é preciso acreditar que nunca é tarde demais para recomeçar. Vá além, descubra o desconhecido, viva e reviva emoções, seja sentimento e não dinheiro, seja alma e não coisas, seja você e não o que esperam. A vida é uma só e daqui só levaremos e deixaremos amor e boas lembranças. Autoconhecimento é a chave da felicidade, a melhor viagem é aquela que fazemos para dentro de nós.




Equipe Vida Viajante.

@lucarvallho